quarta-feira, agosto 22


Não sou poeta, mas sou filha!

8


A tempos eu escrevia minhas dores através de poesias, mas o tempo passou e deixei de lado. Hoje a depressão tomou minha alma que clamava por: DESABE! Escrevi...

Pai

Sorrisos soltos feito borboletas... Brincávamos!
Abraços de bicho preguiça... Eu me escondia em seu peito.
Lágrimas rabiscavam meu rosto e caiam sempre em seu ombro...
Quantas vezes te orgulhou por eu ser deste jeito.

Jeito de menina, de mulher e de muralha.
Assim como tu que sempre foste meu porto seguro.
Forte, imponente... Um grande homem.
Que dizia que não havia monstros no escuro.

Oh pai! Saudades das tardes de brisa onde tomávamos café.
Sem preocupações e sem ver o tempo passar.
Saudade de suas palavras de incentivo, mesmo que tudo desse errado tu estavas lá.
Com olhos que me diziam que o importante é não desistir e continuar a sonhar!

Pai você é meu orgulho e mais orgulhosa fico quando vejo que sou seu reflexo.
Pássaro pequeno que ressurge das cinzas mesmo ferido!
Se um dia pai, Deus te chamar, leve contigo todo o meu amor e minha saudade.
Você voltará a andar, falar e se libertará meu pai tão querido!

Lutamos contra o impossível juntos e o impossível atendeu nossas preces.
Nunca desistimos da vida e daquilo que acreditávamos que seria o futuro.
Meu coração sangra ao te ver sofrer, mas hoje quero ser teu porto seguro.
E dizer-te pai: Não há monstros no escuro!

Juliane Lourenço (22/08/2012)


8 comentários:

Lu Fernandes disse...

Lindo amiga... Lindo....

Clarice-Bela disse...

Que poema mais lindo, ju.Me emocionei bastante..
Não sei nem o que te falar, é tão difícil essa situação...
Estou rezando muito por seu pai, querida.Deus está com você. Esse amor lindo que vc sente pelo seu pai...É tão tocante. E sei que vc está
sofrendo demais. Força, Ju. Fiquem com Deus.

Fabianna disse...

Que lindo, Ju... estou aqui às lágrimas. Que Jesus tenha ia misericórdia de sua família e acalente seu coração.

Michele disse...

Em lágrimas, garganta apertada, pensamentos ao longe, pensamento no passado, isso está acontecendo comigo nesse momento, hj mesmo antes de ler teu post eu estava pensando de como as pessoas de alguma forma tocam nossos sentimentos, de como as pessoas com algumas atitudes fazem a gente refletir e se espelhar, esse amor incondicional q vc tem ao seu pai, me mostra de como temos q amar as pessoas e dar valor a elas, muitas vezes por uma besteira ou outra guardamos rancor, ficamos sem se falar, muitas vezes ficamos inflexiveis por completo, É PRECISO AMAR AS PESSOAS COMO SE NÃO HOUVESSE AMANHA... Esse poema é lindo, chorei muito, força aí minha querida amiga, vcs irão superar mais essa...
BJS DA MI

Isac Aires disse...

Lindo Ju, bj

Gastroplastia Anne disse...

Lindo Ju, força sempre ... XeroO

Rosi disse...

Oii Ju, lindo dimais... beijinhosss

Buscando a total felicidade disse...

Lindo, JU!!!Ñão tem como não se emocionar lendo tudo isso. Que bom que vc teve ao seu lado uma pessoa tão magnífica para preencher todos os vazios de alguém que não pode contar com uma mãe mas que pode contar com um pai que vale por tudo! Eu vendo isso... Como eu queria ter tido também, essa referência, esse amor! Parabéns!!!
Força Ju!!!
Bjs

Postar um comentário

Seu cometário é sempre bem-vindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

▲ subir!