quinta-feira, dezembro 27


LUTO... Meu pai morreu em meus braços...

14

Amigos queridos agradeço primeiramente pelas inúmeras orações e por todos aqueles que mandaram suas vibrações positivas... 

Preciso DESABAFAR TODA A MINHA DOR!

Meu pai estava muito mal estas últimas semanas como todos sabem. O inicio do fim começou quando eu acordei pela manha e ele estava com muita falta de ar, gemendo demais. Chamei o S.O.S Unimed e constataram que a oxigenação dele estava baixíssima. Fomos para o hospital da PUCRS eu e a técnica que estava comigo em casa. Meu marido na ocasião estava na cidade São Leopoldo levando meu filho para ficar na casa do pai dele e não sofrer, vendo o avô naquele  estado. 
Meu pai foi encaminhado para a U.T.I e ficou com o Oxigênio ligado ao máximo para ver se ele respondia e a oxigenação subia... Graças a Deus ele estava estável 1 hr depois. O médico plantonista me chamou em uma sala e me disse que meu pai estava em estado gravíssimo, dado ao avançado do câncer. Diagnosticou em primeiro momento uma infecção generalizada e que ele não sobreviveria àquela noite... Meu mundo desabou ao ouvir aquelas palavras, pois por mais que eu soubesse que ele estava morrendo eu nunca aceitei de fato a morte dele. Ficamos no hospital, eu e meu marido naquela noite... Ele sobreviveu bravamente àquelas horas intermináveis... No dia seguinte deram alta para ele, mesmo sabendo que ele deveria ficar na U.T.I. Para ficar conosco no quarto. A ordem partiu do médico que o acompanha estes dois anos e meio. Meu pai respirava muito mal, parecia sufocar... E tudo o que ouvíamos do médico é que não tinha mais nada o que fazer e que ele não iria entrar com antibióticos, pois era prolongar o sofrimento. Eu aceitei... Estava tão mal que aceitei o que ele me dizia... E ele foi sobrevivendo bravamente aos dias seguintes... E nós ao lado dele 24 hrs por dia... A esta altura, não confiávamos em mais ninguém para nada e então decidimos cuidar nós mesmos do meu pai. Trocávamos as fraldas dávamos o banho, curativos, mudança de lado... Enfim, fazíamos tudo para o conforto dele... Mas, em uma noite não estávamos mais agüentando estar no hospital e minha mãe pediu para irmos para a casa descansar enquanto ela ficava com meu pai... Aceitamos, pois só quem ficou dias a fio no hospital sabe o quanto isso detona com agente. De madrugada minha mãe me liga dizendo que meu pai esta ardendo em febre e que nem remédio para a febre queriam administrar. Vesti uma roupa qualquer e fui para o hospital, chamei a enfermeira e pedi para que chamassem um médico naquele momento... Ela negou... Meus amigos, eu fiquei tão brava que sai de mim e comecei a gritar em pleno hospital exigindo a presença de um medico, pois eu não poderia deixar meu pai queimando em febre... Em 2 min. o médico de plantão chegou e eu sem nem ao menos deixá-lo falar comecei a gritar com ele dizendo que eu queria que o antibiótico fosse administrado naquele instante e medicamentos para febre e dor... O médico ficou tão assustado que em 5 min. o antibiótico estava sendo administrado, junto com morfina e dipirona... Meu pai melhorou quase que no mesmo momento... No dia seguinte o médico responsável iria cortar novamente o antibiótico, porém em respeito a toda a nossa dedicação manteve, mas me avisou que ele era como uma vela que estava se apagando e que eu não poderia fazer nada para reverter... Todos os dias ele se despedia dele, chorava e me abraçava. Eu e meu marido nos mantivemos firme...
Cuidando, aspirando, amando cada minutinho a mais...
Foram dias intermináveis... Noites e dias sem dormir...
O padre esteve no quarto e deu a extrema unção para meu pai... Meu mundo caiu novamente...
Vários sustos, muita dor ele venceu dia após dia aquele sofrimento. O médico ficava apavorado com tanta resistência e nos disse que ele era um guerreiro incansável mesmo... Chegou a cogitar a idéia de mandá-lo para morrer em casa conosco, mas ao final desistiu. Todos os dias conversávamos com ele. Eu pedi em pensamento para que ele não morresse na minha frente, pois eu não iria suportar... Pedi para que ele não morresse no dia do natal, pois eu sabia que esta data sempre mexia com ele. Pedi para que ele agüentasse firme, pois eu não queria perde-lo de jeito nenhum... Eu pedi para Deus me levar com ele...
Dias e noites fumando quatro maços de cigarro e sem dormir, ficamos assim no hospital... Minha mãe por não agüentar ver mais nosso sofrimento se ofereceu para passar mais uma noite com ele. Relutante fomos para a casa dormir... 
Minha mãe me liga então ás 9:00 da manha DESESPERADA, pois segundo ela ele estava sufocando e ninguém conseguia aspira-lo e que era para eu correr para aspira-lo rápido. Ela colocou a respiração dele pelo telefone. Arrumei-me bem depressa e fomos para o hospital. Eu encontrei minha mãe no corredor desesperada gritando que HAVIAM MATADO MEU PAI. Desesperada larguei tudo que estava na mão e corri o mais rápido que pude e fui até o quarto que ele estava. QUANDO ENTREI MEU PAI ESTAVA MORRENDO... Tentei achar o pulso e não achei... Comecei a me desesperar... Meu marido em um ato de desespero começou a fazer massagem cardíaca nele... E nada! AGARREI-O NOS BRAÇOS COMO UM BEBE E ANINHEI EM MEU COLO... CONVERSEI COM ELE E CANTEI SUA MÚSICA PREDILETA. A MÉDICA DE PLANTÃO AUSCUTOU E DISSE QUE O CORAÇÃO DELE AINDA ESTAVA BATENDO... EU O SEGUREI FORTE E REZEI UMA AVE-MARIA E DISSE BAIXINHO EM SEU OUVIDO:
-PAI! MEU AMORZÃO VAI EM PAZ... EU TE AMO E SEMPRE VOU AMAR... ESTIVEMOS SEMPRE AO SEU LADO EM TODA A LUTA E ESTAMOS AQUI NÓS TRES NA SUA PARTIDA... E ELE MORREU... 
ESTAVAMOS TÃO LOUCOS QUE AGEITAMOS ELE NA CAMA COMO FAZIAMOS QUANDO VIVO PEGAMOS AS COISAS PARA TROCAR A FRALDA SEM SE DAR CONTA QUE ELE TINHA PARTIDO... ATÉ QUE OS TÉCNICOS PEDIRAM COM TODO CARINHO QUE SAISSEMOS PARA ARRUMAR O CORPO... EU E MEU MARIDO QUERIAMOS DAR O BANHO NELE, MAS NÃO DEIXARAM... ELE MORREU EM NOSSOS BRAÇOS FEITO UM BEBÊ QUE NASCE... JAMAIS ME ESQUECEREI DISSO!
Isso foi as 10:00 da manha do dia 23 de Dezembro... Ele não morreu no natal como eu havia pedido e sim foi enterrado na véspera...

Saímos do hospital em estado de choque... Funerária... Cemitério... Dor...
O velório iniciou as 20:00 no São Miguel e Almas de Porto Alegre, onde possuímos um jazigo da família... Ele estava dormindo... Parecia dormir... Velamos a noite toda... Pela manha ele foi enterrado na presença de meus irmãos e amigos... Achei que eu estava bem até aquele momento, mas a despedida é o pior de todos os momentos...
DEPOIS DE O PADRE ENCAMINHAR SUA ALMA, FECHARAM A TAMPA DO CAIXÃO E EU ENTREI EM PÂNICO, TIVE QUE SER CARREGADA ATÉ O FIM... DESMAIEI AO COLOCAREM ELE NO JAZIGO... PERDI MEU AMORZÃO, MEU AMIGO, MEU COMPANHEIRO... MEU PAI!

Voltei para a casa em completo descontrole... Era véspera de natal... Dormimos das 14:00 do dia 24/12 até ás 8:00 do dia 25/12... Quando acordei senti um vazio imenso... O cheirinho dele!

Meu marido ligou para uma amiga que estava na praia e me levou para lá. Se ficasse acho que morreria... E lá fiquei quatro dias velando minha dor, a nossa dor... 

Estou em casa e só agora tive coragem de escrever, mas confesso que não esta sendo fácil, afinal como eu disse uma vez, eu não cuidei dele, mas sim dei a vida... 

Agradeço ao meu marido que esteve comigo todas as horas,  aos amigos Denigelson, Angelita, Rosane e Andréia pelo apoio...

Confesso que não estou nada bem, às vezes o coração bate acelerado... Uma parte de mim foi enterrada naquele dia e no peito sobrou um vazio sem fim.

PAI TE AMAMOS MUITO!





14 comentários:

Suziane Burguez Proença disse...

Ju, sei que nada que eu te diga agora vai fazer passar tua dor, mas tu tens que saber que tu foi incansável, tu fez tudo que podia e o que não podia por ele, tens que ter a consciência tranquila, teu pai com certeza se foi sabendo disso.
Não é fácil, aliás é a pior dor que tem no mundo, mas ele estava sofrendo, certamente agora está em um lugar lindo, sem as dores físicas que tanto o faziam sofrer.
Quanto a ti te apoia em teu filho e teu marido que pelo jeito é maravilhoso, te ama de verdade e te deu todo apoio necessário no pior momento da tua vida.
A dor não vai passar, nem a saudade, mas saber que ele está melhor que tu agora vai acalentar um pouco teu coração.
Parabéns por tanta coragem e força amiga, eu te admiro muito por isso, e quando quiser conversar estou aqui.

Julia disse...

Nossa Jú...
Li o seu post e chorei muito. Me envolvi tanto com o seu sofrimento que todos os dias entrava aqui para saber notícias. Algo me dizia que estava acontecendo alguma coisa...
Não há nada que possa falar para aliviar o seu sofrimento, mas pode ter certeza que estarei aqui em orações e mandando todas as vibrações positivas para vocês. O único aliado que você tem agora é o tempo... Ele vai te ajudar a aliviar essa dor sem tamanho e inimaginável.
Saiba que você foi uma guerreira incansável e quem dera se todos os pais tivessem uma filha como você.
Minha admiração por você é gigantesca.
Ele está em um lugar lindo e livre de tanto sofrimento e dor. Pense nisso e acalme o seu coração.
Ninguém merece sofrer do jeito que ele estava sofrendo.

Fique com Deus e se precisar conte comigo.
Bjos

Lu Fernandes disse...

Força minha amiga, ele descansou de tanto sofrimento..
É só o que posso te dizer neste momento. Deus está orgulhoso de você, da filha que você é...

vava disse...

JU,a dor é muito grande, e o seu paizinho estava necessidando e ele merecia descanço,Força, por q vc tem um filho e um marido q precisam muito de vc.
Deus q te conforte.
Bjs

Eu e minha cirurgia bariatrica disse...

Ju,
Voce se doou ao maximo ao se pai e ela sabia disso, foi feita a vontade de Deus. Sei o que e morrer parte de nos pois uma parte de mim tambem morreu junto com minha mae mas o que posso te dizer e que com o tempo essa dor insuportavel que voce esta sentindo se tranforma em saudade, jamais ira esquece-lo mas nos acosumamos com a ausencia. Fique bem amiga e que Deus conforte voce e sua familia.

Isac Aires disse...

Ju, ele tava sofrendo, se Deus quis assim eh pra confortar o seu coração e sua alma, ele lutou ate o fim e vcs tb, ele deve estar muito orgulhoso, meus sentimentos.

Cris, Saindo do Casulo disse...

Meus sinceros sentimentos... não há nada que possa dizer, que alivie ou amenize sua dor, porem, peço a DEUS que conforte seus corações... um forte abraço.

dri disse...

Que Deus possa te consolar nesse momento ... Vc e sua família !!!
abraço

Daia disse...

Jú, meus sentimentos querida. Que historia linda de amor e de muita luta vocês viveram com seu pai, que assim como tudo na vida teve um inicio, meio e fim. Me emociona sua dedicação e perseverança para mante-lo ao seu lado. Mas tranquilize-se foi feita a vontade de Deus, e como ja disse a você uma vez, ele tem sempre o melhor, mesmo que parece o contrario aos nossos olhos. Força neste momento dificil a você e toda sua familia. Deus os abençõe grandemente!
Bjks

Anônimo disse...

Juliane,meu nome é Janaina eu te mandei um email recentemente, não sei se vc recebeu. Sinto tanto pelo falecimento de seu pai, estava em oração por ele. Receba meus PESAMES.Chorei ao ler seu desabafo. Mas saiba que em cada segundo o seu pai sabia que ele não estava sozinho sempre acompanhado. Fique com Deus!!!!

Rosana de Oliveira disse...

Querida Ju, meus sinceros sentimentos. Sei a dor que você está sentindo ,pois perdi minha querida mãezinha e esse vazio que sentimos é muito cruel e doloroso porque nunca será preenchido. Porém, eu oro a Deus que envie o Espírito Santo consolador para amenizar a sua dor e sua saudade, pois somente Ele é capaz de nos trazer esse alívio. Eu creio que o seu amado pai deixou de sofrer e só isso já traz paz ao seu coração e de todos aqueles que o amavam. Deus abençoe muito a sua vida por ter ficado até o último momento com ele, eu já não tive a sorte de me despedir da minha mãe e às vezes me sinto muito triste por isso, mas tenho a esperança que um dia iremos nos encontrar. Um beijo no seu coração minha querida. desejo um 2013 muito abençoado para você e toda sua família.

Alexandra disse...

Q triste...

Wanessa Monteiro disse...

Meu Deus...passei por isso vai fazer um ano...É um dor sem fim

Wanessa Monteiro disse...

Meu Deus...passei por isso vai fazer um ano...É um dor sem fim

Postar um comentário

Seu cometário é sempre bem-vindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

▲ subir!