sexta-feira, janeiro 4


Reencontro... As vezes em uma grande dor a felicidade se esconde...

5

Queridos amigos!!!

Todos sabem que estou passando por um momento complicado, um turbilhão de sensações dentro de mim. Após a morte do meu pai (23/12/2012), muitas mudanças aconteceram, tanto dentro de mim, quanto na minha volta. Eu morava com meu pai desde que ele ficou doente e mês que vem sairei do apartamento onde estou para ir para outro. Mas, apesar de toda a tristeza que carrego dentro do peito e as lembranças que teimam em vir a cada minuto, uma coisa boa aconteceu: O REENCONTRO!

Somos uma família de 3 irmãos, eu a mais nova com 28 anos, o Léo com 32 e o Leonardo com 36 anos. Já havia comentado aqui a minha tristeza e de meu pai pelo abandono pela parte dos filhos, principalmente pela parte do Léo, meu irmão do meio. Ele sempre foi meu melhor amigo estes anos todos, éramos incrivelmente grudados e ele era muito companheiro do meu pai. MAS, quando meu pai ficou doente, ele se fechou e deu as costas para nós e para a doença dele. Eu havia criado um ódio mortal dele, por não entender como ele era capaz de fazer isso. Meu pai chorava a sua ausência, porém por diversas vezes renegava a sua existência...

Poucos dias antes da morte do meu pai, meu irmão do meio veio falar comigo com 5000 mil pedras na mão. A única coisa que consegui pronunciar a ele era que eu o amava, mesmo ele tendo feito tudo aquilo para nós, mesmo ele tendo nos abandonado daquele jeito. ELE DESABOU! Vi em seu olhar marejado que isso mexia com ele. Despedimos-nos secamente e ele foi embora.

Com a morte do meu pai, os meus irmão foram obrigados a ir ao enterro e a falar comigo. O mais velho já tinha algum tipo de aproximação de mim e de meu pai, apesar de nunca ter cuidado dele. Já com o Léo, o do meio, tínhamos esta relação complicada, de cão e gato, de ódio e amor, de bandido e mocinho... No enterro do meu pai recebi um abraço dele e a promessa de que deveríamos conversar. Minha cabeça estava uma bagunça, mas aceitei.

Ele veio aqui em casa dias depois e tivemos uma longa conversa. Ele me falou seus motivos pelo afastamento e eu desabei em cima dele toda a minha luta sozinha contra o câncer do meu pai e toda a dor que eu carregava... Nós entendemos... Baixamos a guarda... Nos reencontramos... 

Ele me disse uma coisa que jamais esquecerei: “Já passei tempo demais longe de vcs. Agora não te perco mais, pois já chorei muito a sua ausência"

E o reencontro aconteceu, assim como meu pai queria e sinceramente meu coração se encheu mais e a tristeza absoluta que carrego com a morte dele teve que dividir espaço com a esperança de novos tempos...

Meu irmão Léo veio aqui e nos levou para passar o Ano Novo junto a ele e tentar celebrar este novo recomeço. 

Fizemos a promeça:

"Virar a página de toda a briga e afastamento de anos, para poder escrever uma nova celebrando o amor e a união!"

Consegui sorrir finalmente!


















 Recebi também a visitas da Mi Gaúcha e Ana Vieira que moram na mesma cidade que meu irmão! Fiquei mega contente em rever a Mi e conhecer a Ana... Duas pessoas incríveis! A Mi com 9 meses de borbogata, A Aninha que fará a gastro neste mes... Meninas amei ver vcs!!!





5 comentários:

Lu Fernandes disse...

Feliz por estar conseguindo preencher o vazio, retomando a vida e pelo reencontro com seus irmãos! Você está linda! bjosss

Rosana de Oliveira disse...

Oi Ju, que bom que você e seu irmão se reconciliaram. Desejo muito que a paz reine em seu coração e sua família. Você está muito linda! Deus a abençoe. Beijos.

Isac Aires disse...

Esse reencontro foi o ponta pé inicial pra uma nova vida, tenho certeza que seu pai está muito feliz com a união dos irmãos, feliz 2013 querida, muito sucesso e felicidades, esse ano tb quero uma foto minha aqui no blog, poa to chegando em maio, bjos. Aguardo sua visita no meu |Blog| e |Vlog| onde conto tudo sobre minha cirurgia bariátrica (gastroplastia ou redução de estômago).
|Blog| http://isaclourenco.blogspot.com.br/
|Vlog| http://www.youtube.com/100observacoes

Daia disse...

Ei Jú é isso ai gata, bola pra frente a vida continua mas suas lembranças jamais se apagaram, com o tempo deixaram de ser sofridas. Que maravilha o reencontro com seu irmão, o carinho e a presença de parentes próximos são fundamentais nesse momento dificil que está passando. Bjs.

LUCIANE disse...

minha linda fico tão feliz por vc .. sabe temos muitas coisas em comum eu tbm tenho um irmão que nos abandonou ele tem seu motivos e eu peço a Deus que logo aconteça o que aconteceu com vc ele volte e nos aproxiamamos denovo porque ele me faz muita falta e força minha lind vc merece sempre o melhor bjs e um otimo 2013

Postar um comentário

Seu cometário é sempre bem-vindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

▲ subir!