sábado, abril 14


Gordinhas na cama! Sexualidade X Obesidade

14



As modelos plus size Simone Fiuza, Mayara Russi, Bianca Raya e Andrea Boschim participaram do Programa SuperPop, da Rede TV. O tema do programa era: as gordinhas são as melhores na cama?

Intrigada com o tema, fui buscar mais informações. As pessoas que se aceitam e se sentem bem com o parceiro irão desempenhar melhor o papel na hora do sexo, podendo ela ser magra, gorda, baixa ou alta. Isso, claro, também vale para os homens. É preciso relaxar e aproveitar o momento. Os espelhos são para apimentar a relação, conseguir visualizar as expressões faciais de todos os ângulos, ou assistir ao próprio ato de uma forma excitante, NÃO para que fiquemos tensos, encolhendo a barriga ou tentando evitar dar uma viradinha que vá mostrar a dobrinha, ou ainda prestar atenção nos próprios músculos enquanto a outra pessoa está lá, de corpo e alma na relação.

Considerando que o excesso de peso causa problemas cardioasculares e que as nossas zonas erógenas sejam altamente irrigadas por sangue, a dificuldade de ereção para o homem pode vir a acontecer, mas atenção – não em conseqüência da obesidade, e sim da má alimentação e carência em atividades físicas.
Acredito que o sobrepeso interfere psicologicamente de um modo negativo, principalmente porque o padrão de beleza imposto é a magreza. Isso causa insegurança em alguns gordinhos e gordinhas. Mas não somos os únicos inseguros nessa vida.

Tenho uma amiga magérrima que, desde os tempos de colégio, morria de vergonha ir a praia vestindo um biquíni. Eu não entendia as razões dela (estrias no bumbum). Eu, sim, tinha um problemão: 40 kilos a mais, as gordurinhas querendo saltar do biquíni.

Sabe qual a diferença dos nossos problemas??? Nenhum! O Meu probleminha não era maior que o dela, a intensidade do que acontecia conosco era a mesma, tudo aquilo nos afetava a autoestima do mesmo modo.
Volto a lembrar que as magrinhas também não são 100% seguras, sempre há alguma coisa que incomoda, em maior ou menor intensidade e afirmo: é a cabeça que devemos tratar.

É a autoestima lá em cima, a vontade de ter e proporcionar prazer que vai fazer com que nós sejamos “bons de cama”! Com saúde e disposição, melhor ainda. Por isso é importante que levemos uma vida saudável, nos alimentando, exercitando e dormindo bem.

Mudando um pouquinho de assunto, para quem quiser ou achar que esta precisando de uma injecaozinha de autoestima, tenho aqui um pedaço de um texto retirado do blog Gravataí Merengue, que defende o nosso biotipo.  

“É triste quando alguma garota linda, maravilhosa mesmo, diz que está “gorda”, e essa constatação se dá acompanhada de um estado depressivo. Não há meio de convencê-la do contrário, por mais que sua beleza seja óbvia. Em alguns casos, recorre-se a procedimentos pouco louváveis, como aqueles remédios sem noção, de efeitos colaterais desagradabilíssimos, ou maratonas de exercícios sem fim, para obter resultados quase sempre insatisfatórios…
…além disso, há realmente beleza nas gordelícias, não apenas a ideia do pecado. É evidentemente idiota a ideia de que apenas um tipo de corpo feminino seria bonito, considerando-se feios todos os demais. Tal regra, essencialmente, já nasceria equivocada. O pior de tudo é que as mulheres não apenas acreditaram na bobagem, mas adotaram a estultice como axioma. E o que temos? Gordinhas maravilhosas querem ficar magrelas e as já magras tentam ficar esqueléticas.

Sei que é péssimo sair por aí generalizando, mas homem que repara muito em barriguinha de mulher, na boa, no fundo não deve gostar de mulher. Até “aceita”, mas não GOSTA de mulher. Porque a efetiva beleza feminina possui vários aspectos, delícias, detalhes, minúcias, e definitivamente as tantas curvinhas não são defeitos, mas virtudes.”

Veja o programa SuperPop que falou sobre obesidade e sexualidade. Com participação de Mayara Russi, Simone Fiuza, Andrea Boschim e Bianca Raya.

Parte 1

 Parte 2

Parte 3

Parte 4

Parte 5

Parte 6

Parte 7

Parte 8


Retirado do blog: mulherao.wordpress.com

14 comentários:

Beauty disse...

Ai, Ju,
sem auto-estima é complicado relaxar e aproveitar o momento...
Concordo com vc não é o peso ou a altura, mas a auto-estima que faz a diferença na performance!
Beijosssssssssssssssssssss

Beauty disse...

Menina, teu blog tá lindo demais!!!
Queria saber deixar o meu assim...
Como faz???

Fernanda disse...

É amiga, o importante é nos sentirmos seguras e auto-confiantes em tudo que fazemos, pq assim seremos as melhores e desempenhando um ótimo papel.
Mas, tenho que confessar que nesse quisito eu me sentia péssima, envergonhada.

Bjus!!!

Isac Aires disse...

tudo é questão de segurança e firmeza, a auto-confiança, a sua relação intima com parceiro vai ser melhor, quanto mais intimidade, mais seguro o parceiro e a parceira se sentem...sexo eh ótimo, mas que seja feito com que realmente gostamos, ae na hora haja criatividade...

http://isaclourenco.blogspot.com.br/

Demaquiladas disse...

Ola...
Muita verdade tudo isso viu !
Adorei o polst.
Parabens!
Bjus

JóiJói disse...

Adorei o texto...
Ahhh, a carinha nova do seu canto está amável.
Pois é, se não temos a cabeça boa, as coisas não fluem, obesinha ou magérrima, não conseguimos transmitir sensualidade.

Beijos.

Rachel disse...

Gente, perdi tudo o que escreviiiiii!!! Como assim Bial??? :_((((((

Sonhando os sonhos de Deus disse...

oi linda
adorei o seu tema.....é fato muitas pessoas ate mesmo eu fikamos com problemas na area sexual deviduo o excesso de peso....a kestao do pesso afeta muito o lado psicologico muitas xacotas, diminuiçoes q vc akaba levando essa baixa auto estima pra td, mas nossa cabeça tem muito poder sobre agente mesma é duro muda-la, mas o fato de emagrecer melhora a auto estima e conseguentemente o lado sexual melhora junto sem contar com menos kilos a mais disposição se fica menos cansada...enfim...rs
obrigada pela sua companhia...
Fikei feliz de ver q seu pai recebeu alto...que Deus estitua a sua saude
bejus

Uma nova história Deus tem pra mim disse...

OI gostei de ver, é issso ai auto-confiança é o que tds precisamos ter independente de td,acho que quando o parceiro(a) estimula isso fica melhor,elogios são sempre bons para uma auto-confiança,beijos Ju e bom domingo linda.

Por Paloma Coelho disse...

Oi linda ótima semana, beijos.

Daia disse...

Ju concordo plenamente com você, é preciso tratar a cabeça antes de tudo, auto confiança é algo que se conquista, e podemos ter de diferentes formas em diversas áreas da nossa vida, porém quando se trata da área sexual realmente a aceitação é o problema, enchergar as qualidades e o potencial diante de um corpo fora ou não de forma, vai muito além do que os olhos conseguem visualizar. Amei o post, Bjk pro cê lindona!!!!

Fabi Godart disse...

Sei lá... Auto estima ajuda muito, mas até sem ela há um fator que contribui e influencia muito na hora do sexo.
Não me considero uma pessoa de alta auto estima, mas na cama me sinto muito bem. Por que o meu parceiro faz questão de demonstrar que adora e curte tudo o que ta alí. Nada como o convívio e a experiência. Nem quando era novinha e tinha um corpão tinha relações tão boas como as que tenho hoje. Tudo por que meu parceiro elogia, curte, ama tudo o que sou e da forma que sou. É um trabalho pra longo tempo, mas o parceiro é fundamental para fazer o outro se sentir melhor. É precizo tanto elogiar o corpo, como o próprio sexo, o ato. Se a pessoa se sente feia e o parceiro não se esforça para desfazer essa impressão, fica difícil.. Bjo!!!

Vê Nunes disse...

Adoro seus posts!!!! São super interessantes! Vc aborda assuntos q realmente mexem com as pessoas!!!!

Michele disse...

Oi amiga, qta saudade...
Sobre o post, acho q as pessoas estando bm consigo mesmas, tudo melhora, vida fetiva, sexual, profissional tudinho mesmo, eu melhorei bastantão em tudo isso...

Fiquei feli por teu pai ter tido alta e estar m casa, fiquei feliz por saber q tua pericia tá agendada, ou seja, to muito muito feliz por vc amiga...

BJS

Postar um comentário

Seu cometário é sempre bem-vindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

▲ subir!